Cães

As Principais Doenças em Cães

Existem algumas doenças que afetam particularmente os cães. Como responsáveis pela sua saúde e bem-estar, convém estarmos a par destes problemas de saúde, atentos aos sintomas e alterações de comportamento, bem como às principais medidas de prevenção — melhor do que curar uma doença, é nunca chegar a tê-la. E infelizmente há doenças sem cura. Neste artigo, vamos fazer uma breve apresentação das doenças mais comuns em cães, para que conheça melhor cada uma, o que as causam, os sintomas, os tratamentos e a indispensável prevenção. Recordamos que deve consultar sempre o seu veterinário assistente caso note que o seu cão apresenta algum destes (ou outros) sintomas, bem como para esclarecer qualquer dúvida acerca da saúde do seu animal de estimação. A deteção precoce de determinadas doenças pode ser fundamental para um tratamento eficaz. Além disso, várias destas doenças podem ser prevenidas através de vacinação adequada, pelo que o acompanhamento regular com o veterinário é indispensável para manter o seu animal com boa saúde. Leishmaniose - Cinomose / Esgana - Sarna - Leptospirose - Giardíase - Cistite - Obesidade - Diabetes - Otite - Parvovirose - Displasia da anca - Raiva - Coronavirose - Dermatofitose - Berne - Dirofilariose - Insuficiência renal - Tosse dos canis - Hepatite infecciosa canina - Babesiose / Piroplasmose - Doença de Lyme

Gatos

Antes de ter um Gato

Antes de levar um gato para casa, as pessoas que habitam esse lar devem fazer um teste para saber se são ou não alérgicas ao pêlo do animal. Consulte o seu médico de família acerca desta questão. Não se deve menosprezar uma possível reacção alérgica. Isto porque quando os sintomas aparecem, a pessoa vê-se na situação de ter que se desfazer do animal pelo qual já se tem muita afeição. E arranjar um novo dono responsável para o gato não é fácil, e ainda piora se o gato já for adulto. As mulheres grávidas devem tentar evitar o contacto com as excreções do gato, para evitar a possível contracção de toxoplasmose. No entanto, pode no veterinário fazer um teste, uma analise ao animal para saber se é ou não portador do agente transmissor. E também pode fazer uma analise ao seu próprio sangue, se alguma vez na sua vida tiver tido contacto com o agente provocador da toxoplasmose, o bebé está salvo. O gato é um animal relativamente pouco exigente a nível de cuidados. No entanto, deve sempre ponderar com quem deixar o animal quando estiver ausente alguns dias (férias por exemplo). Existem os hotéis para animais e o pet-sitting, mas é claro que quanto melhor for o serviço, mais despesa lhe vai dar. Se vive num apartamento, não se preocupe. Milhões de gatos domésticos vivem fechados em apartamento e não se importam, desde que sejam habituados desde pequenos a esse estilo de vida. Optar por um gato ou uma gata é a partida indiferente. Deve castrar (macho) ou esterilizar (fêmea) o animal, para evitar o nascimento de mais gatinhos cujo destino pode ser o abandono nas ruas ou nos gatis à espera de serem abatidos.

Animais de Estimação Cães e Gatos

Os animais de estimação mais populares em todo o mundo são os cães e os gatos, embora existam muitos outros, como roedores, aves, peixes (aquariofilia) e, embora menos populares, também répteis, anfíbios e invertebrados. Animais de estimação exóticos como coelhos, porquinhos-da-índia ou hamsters estão a conquistar um espaço cada vez maior nas nossas casas, uma vez que são pequenos e se adaptam perfeitamente à vida em apartamento, além de interagirem e se afeiçoarem facilmente aos seus donos. De seguida encontrará os artigos mais recentes que publicamos sobre animais de estimação. Adicionalmente, selecionamos algumas matérias que merecem particular atenção.

Animais domesticos

Como Doar o Seu Animal da Forma Mais Correta e Humana

Crie um anúncio

Se ninguém no seu círculo próximo estiver interessado na adoção, o próximo passo é criar um anúncio. Comece por tirar ou escolher umas boas fotos do seu animal, onde as pessoas o consigam ver nitidamente. De seguida, comece a criar o anúncio. Existem vários serviços online que permitem criar anúncios de adoção automaticamente. Basta preencher os dados e publicar, e ficarão de imediato disponíveis para quem estiver à procura de um animal para adotar. No anúncio, certifique-se que coloca todas as informações importantes. Coloque o nome (personaliza o animal, em vez de ser apenas um cão ou um gato), o sexo, a idade, o porte (se for um cão), a raça (se tiver), a localização (se tiver possibilidade de entregar o animal mais longe, indique isso), a situação clínica das vacinas / desparasitação / castração / microchip e o seu contacto. Adicione também outros dados que possam ser relevantes: o seu historial, se está habituado a apartamentos, como se dá com outros animais, como reage a crianças, entre outros. Seja honesto sobre as qualidades e defeitos do animal: não existem animais perfeitos e as pessoas ficam mais inclinadas a adotar se já conhecerem bem o animal. Pondere ainda colocar um vídeo do animal no Youtube, e um link para o mesmo no anúncio. Hoje em dia até os telemóveis mais baratos permitem obter bons vídeos, é um detalhe interessante e rápido de fazer. Um álbum de fotografias no Facebook também pode ser uma adição interessante. Quanto mais completo e detalhado for o anúncio, maiores as probabilidades de ter sucesso.

Publicar um anúncio de adoção

Os Melhores Destinos para seu Réveillon 2018 aqui em UaiBil