Lei de compra e venda de animais – As novas obrigações

A nova lei de compra e venda de animais, aprovada no parlamento através do projecto de lei do PAN, irá trazer novas obrigações para todos aqueles que tiverem uma ninhada para vender ou doar.

A nova lei de compra e venda de animais prevê que as transacções de animais de companhia passem a obrigar a uma “declaração de cedência ou contrato de compra e venda do animal e respectiva fatura”, ou, em caso de doação/adopção um “documento comprovativo de doação”. Mas esta não é a única novidade. Os responsáveis pela transacção de animais terão que fornecer um comprovativo de identificação electrónica e uma declaração do veterinário que “ateste que o animal se encontra de boa saúde e apto para ser vendido”.

Outro tema muito falado e que este diploma aprovou é a proibição da publicitação e venda online de animais selvagens. Esta proibição, ao contrário do que muitas pessoas acreditavam, não se aplica à publicitação e venda online de animais domésticos.

Quem não cumprir as novas obrigações legais está sujeito a multas entre os 200 euros e os 3740 euros.

Segundo o site veterinaria-atual com a aprovação da nova lei quem tiver “uma ninhada de cães para dar está proibido de fazer referência à raça caso o animal não esteja inscrito no livro de origens português”. Neste caso os criadores devem comunicar a sua actividade à Direção-Geral de Alimentação e Veterinário para poderem comercializar animais.

Para além deste projecto de lei aprovado, o PAN recomendou ao Governo que “proceda à publicação do despacho a fixar a data da constituição da obrigação de identificação de gatos”.

Já neste mês tinha sido aprovada na Assembleia da República uma alteração legislativa que vai impedir as lojas de animais e os estabelecimentos licenciados de “expor os animais em montras ou vitrinas”.  Passa a ser também proibida a venda de animais por transportadora, a transacção só pode ser feita no local de criação ou num estabelecimento licenciado.

Resumo da nova lei de compra e venda de animais:

  • Comprovativo de identificação electrónica (no caso de cães e gatos).
  • Declaração médico-veterinária que ateste a saúde do animal.
  • Informação de vacinas.
  • Declaração de cedência ou contrato de compra e venda do animal.
  • Proibição da publicitação e venda online de animais selvagens.
  • Só criadores registados poderão anunciar a raça dos animais.
  • Proibição das lojas de animais e estabelecimentos licenciados expor animais em montras e vitrinas.
  • Proibida a venda de animais por transportadora.
  • As transacções de animais só podem ser feitas no local de criação ou estabelecimento licenciado.

Compra e venda de animais na Internet

 

Social Media - Compartilhe Dicas, Informação, Viagens e Saúde
Attachments

Postagems importante

thumbnail
hover

Brasil tem recorde de assassinatos em...

Brasil tem recorde de assassinatos no campo em 2017, mas só dois casos são esclarecidos 57 ativistas que lutavam por terra ou defesa do me...

thumbnail
hover

A Gestação de uma gata

Gatos e cães são, sem dúvida, os animais de estimação mais próximos do homem, especialmente felinos que vivem com ele desde tempos i...

thumbnail
hover

Ministério Público pede suspensão de licença...

O Ministério Público Federal no Amazonas entrou neste domingo (17) com um pedido de liminar para suspender as licenças ambientais conced...