Viagens de pets para a Europa estão travadas sem previsão de retorno

Divisão de Vigilância de Zoonoses de SP anuncia suspensão do exame de sorologia para raiva, exigido pelos países da UE

A Divisão de Vigilância de Zoonoses (DVZ) de São Paulo publicou um comunicado no qual anuncia a suspensão do exame de sorologia para raiva, exigido pelos países da União Europeia para que um animal de companhia possa entrar no território.

De acordo com o comunicado, o recebimento de amostras de sangue de ‘pets’ só acontecerá até o dia 29 de dezembro. A partir daí começa o período de suspensão, “sem previsão de retorno.”

Com a interrupção iminente, a DVZ tem sugerido que os interessados procurem o Instituto de Saúde Pública do Chile, o único outro local na América do Sul credenciado para realizar o exame -que serve, basicamente, para testar se a vacina de raiva está ativa no corpo do animal.

Outros laboratórios que realizam o exame estão nos Estados Unidos, no México, no Japão, e em outros países distantes do Brasil.

Segundo a reportagem apurou, esse apagão não será resolvido facilmente, e envolve o Ministério da Agricultura do governo Michel Temer (PMDB).

O ministério fornece uma substância utilizada para a realização dos exames. No entanto, diante do contingenciamento de verbas, decidiu que não está em sua lista de prioridades a produção dessa substância. Ciente desse cenário, a DVZ decidiu comunicar a suspensão.

Na avaliação do ministério, o Brasil não deveria arcar com os custos de produção do conjugado para satisfazer exigências de outros países.

Mais de 10 mil exames do tipo são feitos por ano pela DVZ. O estoque atual de insumos dá conta de mil exames até o final de dezembro.

 

No Brasil, o exame de sorologia custa R$ 321. Segundo o último levantamento da DVZ, os valores internacionais estão na mesma faixa.

Estimativa feita no site dos Correios indicou valores acima dos R$ 400 para enviar amostras para o Chile, incluindo Sedex (já que não pode passar de dez dias o período entre a coleta e o exame) e caixas para acondicionamento.

Cláudia cogita se mudar sem o companheiro e voltar para o Brasil depois, com os exames feitos, para buscá-lo.

Rosane de Oliveira, diretora da DVZ, diz que a divulgação foi precipitada e que o comunicado foi tirado do ar. Segundo ela, há tratativas com o governo federal e a suspensão pode ser revogada.

Em nota, o Ministério da Agricultura afirma que “não há problemas técnicos na produção do conjugado” e que que a medida foi adotada para direcionar os “escassos recursos públicos” a “atividades estratégicas para a Defesa Agropecuária Nacional, como o combate a enfermidades de alto impacto para a economia brasileira.”Entenda

O exame de sorologia e as viagens europeias

O que é o exame de sorologia de raiva?

Um teste para verificação dos resultados da vacina da raiva para comprovar se o animal está imunizado

Quem exige?

Os países da União Europeia, em caso de viagens com animais de companhia. Eles também pedem a microchipagem e a própria vacina da raiva.

Quanto custa?

A Divisão de Vigilância de Zoonoses, da Prefeitura de SP, cobra R$ 321.

Quem faz?

No Brasil, apenas a Divisão de Vigilância, que anunciou a suspensão.

Social Media - Compartilhe Dicas, Informação, Viagens e Saúde
Attachments

Postagems importante

thumbnail
hover

Robô para fazer sexo é lançado...

O novo modelo do robô RealDoll, destinado para práticas sexuais, estava presente na CES 2018, maior feira de tecnologia do mundo Parece qu...

thumbnail
hover

Robô é usado para afastar moradores...

Equipamento foi alugado pela Sociedade para a Prevenção de Crueldade Animal (SPCA) para proteger suas calçadas e estacionamento O abrigo ...

thumbnail
hover

Anticoncepcional aumenta risco de câncer de...

Pílula, adesivos, anéis vaginais, implantes, injeções e DIU estão na mira do estudo Um estudo publicado na revista científica The New...